segunda-feira, 16 de junho de 2014

Perdidos na Arena


1, 2, 3, 4...4-0 com os alemães! Uma equipa apática, cansada, sem personalidade, sem ideias, sem fio de jogo...Uma arbitragem habilidosa, dois jogadores lesionados, um expulso, um treinador perdido...Porra pá, onde está o brio? Porém nada me custou tanto como ver a inarrável Merkel de sorriso aberto e a bater palminhas na bancada perante o desastre da armada lusa ...Alguém viu sinal dos "Conquistadores" no Arena Fonte Nova?! 

O desastre desta tarde de tão perfeitamente orquestrado que foi mais parece ter saído de um arranjinho ao mais alto nível...Será que faz parte de um acordo de última hora com a Troika? Virá Passos amanhã anunciar que afinal o desembolso da última tranche terá lugar?

A estreia no Mundial não poderia ter sido pior, todos os factores se conjugaram para um desastre que nem mesmo os mais pessimistas anteviam. De repente deixaram todos de saber jogar à bola? A preparação física falhou? Houve noitada por terras canarinhas?


A imagem do jogo...Uma Alemanha a jogar a seu bel-prazer perante uma equipa, perdão 11 jogadores....quer dizer 10, que mais pareceu nunca terem jogado juntos. Um Guarda-Redes inseguro...Onde está o Patrício dos 10 ou 15 milhões que desperta a cobiça do Mónaco? Laterais macios, centrais presos, um meio-campo sofrível na condição física e no défice de ideias, extremos sem magia, um ataque inexistente! 


Como disse Ronaldo eu só sou mais uma para ajudar a equipa mas será que é essa a mensagem transmitida dentro do Grupo?! Falamos de jogadores que actuam no Real Madrid, no Manchester United, em clubes dos principais campeonatos europeus e a única coisa que pareciam estar instruídos para fazer era "despachar" a bola para o CR7...e mal diga-se de passagem, a bola parecia queimar!


O árbitro não quis que nada faltasse à festa germânica...Um penalty forçado (para não dizer inventado), outro claro por marcar, dualidade de critérios (contudo Pepe bem expulso, infantilidade tremenda)...Sejamos porém sinceros…Isso não justifica a paupérrima exibição, nem é desculpa para a tão clamorosa derrota.

Faltam 2 jogos, é hora de levantar a cabeça! Outra atitude e quiçá uma pequena revolução no 11 são necessárias (pouco provável perante o conservadorismo de Paulo Bento). Como diria Scolari daqui para a frente todos os jogos são "mata-mata".


Sem comentários:

Publicar um comentário