terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Adeus "Monstro Sagrado"


Parte Mário Coluna, um grande capitão e um dos melhores de sempre do Benfica e da selecção Portuguesa.

Alcunhado de "Monstro Sagrado", tal o respeito e admiração com que era visto pelos adversários e jogadores mais jovens, Coluna capitaneou o Benfica rumo a duas Taças dos Campeões Europeus e foi peça fundamental no brilhante 3º lugar no Mundial de 1966 em Inglaterra. 


Mário Coluna, considerado pela FIFA como um dos 100 melhores jogadores do século XX, foi igualmente o jogador com mais títulos conquistados ao serviço do Sport Lisboa e Benfica. Venceu dez Ligas Portuguesas, sete Taças de Portugal e cinco Taças de Honra da Associação de Futebol de Lisboa.

Se de Eusébio retemos os golos, as arrancadas mirabolantes, de Coluna foi-nos transmitido pelos nossos pais e avôs a imagem de um centrocampista exemplar, exímio na organização do jogo, dono de uma assinalável resistência e de um remate forte. De não somenos importância, fica-nos a imagem de um Gentleman, um Senhor em campo.


O Benfica vê partir em dois apenas dois meses dois dos maiores vultos da sua história. Que me perdoem os demais mas como benfiquista rogo aos jogadores que, mais do que nunca, honrem a história do clube com a conquista do título nacional.

Sem comentários:

Publicar um comentário