quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

O Mapa da Intolerância


A Suécia é terra das Loiras Burras, na Rússia impera a Máfia, na Alemanha sobressaem os nazis, "nuestros hermanos" são preguiçosos e por cá no burgo somos uma cambada de "Pedreiros Peludos". Esta é pelo menos a visão do (alegado) "artista" belga Sébastian Laurent e que o site de conteúdos didácticos Enseignons.be considerou ser uma boa ferramenta pedagógica para os professores de Geografia...Enfim!

Sébastian prossegue… Na Roménia habitam os ciganos, na ex-Jugoslávia os mendigos, mais para Leste “aqueles que não conhecemos” e na Holanda, já se sabe, temos o Paraíso das “Drogas”. Mas porque parecia mal limitarmo-nos à Europa, do Norte de África vêm a Guerra, os Ladrões e os Camelos.

Mais sorte tiveram os Irlandeses, a pátria dos U2, ou a Finlândia, a terra do Pai Natal.

O humor alarve e preconceituoso de Robert usa e abusa de estereótipos ultrapassados, num sem fim de uma linguagem facciosa e a roçar o obsceno mas que, em causa própria, não conseguiu achar melhor epíteto para os belgas dos que os “Waflles”.

Preconceito por preconceito porque não apelidou os seus conterrâneos de xenófobos ou pedófilos, tal o triste historial mediático dos últimos anos?

Quanto ao site Enseignons.be que apresenta sorridentes crianças, atentas aos seus dedicados tutores, seria porventura boa altura para repensarem a filosofia educativa que proclamam quando, a respeito do polémico mapa, afirmam “pareceu-nos uma boa porta de entrada para abordar os preconceitos (…) O nosso objetivo não era chocar, nem incitar ao ódio ou à discriminação racial. E este mapa é uma obra de arte exposta numa galeria. Pode ser analisada numa aula como qualquer folheto da Frente Nacional"

Que dirão os seus parceiros World Wildlife Fund (WWF) e Cruz Vermelha, orgulhosamente exibidos no site, a este propósito?

A fronteira entre o humor e o puro mau gosto foi completamente ultrapassada.

Sem comentários:

Publicar um comentário