segunda-feira, 7 de abril de 2014

"A Ratoeira"


"A cada ano milhares de políticos são vítimas de maus tratos...Diz não aos maus tratos aos teus representantes! Eles cuidam de ti, cuida tu deles!"

Esta é uma das frases que ilustra o satírico vídeo que acompanha a música "Ratonera" (Ratoeira) do grupo espanhol Amaral. Uma crítica simultaneamente feroz e bem-humorada à hipocrisia e demagogia perpetradas pelos principais lideres políticos na forma como conduzem a sua governação.

"E se retratássemos a classe política como vítimas de toda uma série de problemas que na realidade não os afecta minimamente e que são precisamente os mesmos problemas que nos deveriam ajudar a resolver?". Esta foi a premissa que esteve na génese da música da banda folk rock espanhola Amaral e posteriormente no polémico vídeo da autoria de Alberto González Vázquez
Partindo de problemas da realidade espanhola (mas não só) como o desemprego, o desalojamento forçado, a corrupção, a imigração ilegal, passando por problemas como o consumo de droga, a violência doméstica e o analfabetismo ("78% dos deputados são analfabetos"; aqui nenhuma novidade) até ao espectro da Guerra, a satírica composição não perdoa ninguém.



Mariano Rajoy e Zapatero vítimas de violência; Aznar no papel de emigrante forçado; Merkel, Berlusconi, Sarkozy e Durão Barroso (nem o cherne escapac desesperados consumidores de Droga; Bush, Obama e Putin sofredores soldados rasos marchando para a morte numa luta que não é a sua! 


Deixo-vos com o vídeo e a acidula letra numa crítica muito bem estruturada




"No sé ni cómo duermes por las noches

Estúpido farsante

Si mientes más que habla


Allí por donde pasan los de tu calaña

Ya no crece nada


Golpes, amenazas y promesas vanas


Reí de los ladrones


Príncipe de espadas


Has tenido suerte hasta ahora


Has tenido mucha suerte hasta ahora


Puedes intentar que te perdone Dios


No lo haré yo(...)"

Sem comentários:

Publicar um comentário