quarta-feira, 30 de abril de 2014

Até Sempre Bob!


"I came into this business uneducated, dyslexic, 5ft 6in, cubic, with a face like a cabbage and they welcomed me with open arms."...assim comentava o britânico Bob Hoskins, no seu estilo pragmático e frontal, a sua entrada no mundo do cinema.

Falecido hoje aos 71 anos, vítima de pneumonia, Hoskins deixa um assinalável legado, tendo participado em filmes como "The Long Good Friday" (1980), "Cotton Club" (1984), "Mona Lisa" (1986) que lhe valeu um BAFTA, um Globo de Ouro e a nomeação para Óscar de melhor actor secundário, "Who Framed Roger Rabbit" (1988), "Hook" (1991) e "Nixon" (1995), sendo considerado um dos actores britânicos mais talentosos da sua geração. O pequeno ecrã também não era um lugar estranho para o actor britânico, tendo vencido um Emmy pelo seu trabalho na série "The Street "(2009), exibida pela BBC.


Retirado desde 2012 após ter-lhe sido diagnosticado a doença de Parkison, Hoskins tinha uma capacidade invulgar de se rir de si próprio, tendo afirmado “Most dictators were short, fat, middle-aged and hairless. Besides Danny DeVito, there’s only me to play them”.

Bob Hoskins ficará para sempre na minha memória como o detective carracundo mas de bom coração Eddie Valliant em "Quem Tramou Roger Rabbit", o revolucionário filme (para a época) que juntava humanos e personagens do universo Disney e Warner Brothers na mesma tela.

Deixo-vos com uma das cenas mais icónicas do filme, um Bob Hoskins totalmente absorto e literalmente de queixo caído face à performance da voluptuosa Jessica Rabbit.


Até sempre Bob!

Sem comentários:

Publicar um comentário