quarta-feira, 2 de abril de 2014

A "Xoné" e o Facebook


"O pior inimigo dos desempregados são as redes sociais", afirma Isabel Jonet.

A "Santa" da Caridadezinha merecia que alguém tivesse a caridade de lhe fechar a matraca, tal o chorrilho de disparates que debita constantemente.

As redes sociais como o Linkedin e o Star Trecker são excelentes meios / ferramentas de interacção com as empresas e estabelecimento de contactos profissionais, isto para além de serem cada vez mais meios de selecção por excelência das empresas de recrutamento.
 O próprio Facebook é a uma plataforma privilegiada na divulgação de trabalhos, projectos e startups, não esquecendo que são cada vez mais as empresas que optam por promover oportunidades de emprego nas redes sociais, dado o carácter mais célere e mais barato com que a mensagem chega aos potenciais interessados.

Cara Isabelinha os grandes inimigos dos desempregados são as desastrosas políticas a nível central, os interesses instalados e uma classe empreendedora que não quer, não pode ou não sabe potenciar uma população activa cada vez mais preparada mas que é vítima do desinvestimento na inovação, na formação e da busca do lucro fácil, imediato.

Por certo, como bem diz, ninguém singrará profissionalmente ficando dias inteiros agarrados ao Facebook, agarrados a jogos ou  a amigos que não existem (deixem lá de falar com o Grilo Falante ou com o Coelhinho da Páscoa por favor...Ó Isabel, olhe que certas ervas ainda não são legais!) mas este é um problema que tanto afecta desempregados como aqueles que trabalham, é tudo uma questão de moderação e bom senso.


Sem comentários:

Publicar um comentário