segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Miss América e os Cobardes!



A bela Nina Davuluri de 22 anos não conseguiu conter as lágrimas quando foi coroada como Miss América. Ninguém parecia imaginar o que  estava para vir...A nova Miss de ascendência indiana mas nascida nos EUA foi vítima de uma hedionda maquinação racista nas redes sociais, em particular o Twitter. Perpetrado por meia dúzia de energúmenos, Davuluri foi apelidada de "Miss Terrorista" e brindada com odiosas frases como "If a Muslim wins this pageant. Lord help me" ou   "How the fuck does a foreigner win miss America? She is a Arab! #idiots".

Para além do racismo primário destes idiotas, porventura esquecidos que os Estados Unidos são uma jovem nação de 237 anos fundada por imigrantes, não são sequer capazes de distinguir uma árabe de uma indiana, uma muçulmana de uma hindu...Para eles é tudo farinha do mesmo saco mas também que esperar de alguém que provavelmente não seria capaz de identificar o próprio país num globo.



Alguns energúmenos um pouco mais "letrados" esboçaram piadas como a "Miss 7-11" (numa alusão às lojas de conveniência) e o que dizer do ultraconservador comentador da Fox News Todd Starnes que argumentou (a contrario) que Davuluri não representava os valores americanos:

 "The liberal Miss America judges won't say this - but Miss Kansas lost because she actually represented American values (...) Apparently the liberal Miss America Pageant judges weren't ready for a patriotic, gun-toting, deer-hunting Miss America".

Notável Starnes, mais um produto com o selo odioso da Fox News. Lamentável.

Felizmente tão rápido quanto surgiram os ataques,  depressa se esboçou uma contra-reacção a defender a coroação de Davuluri. A própria quando questionada sobre os ataques afirmou "Tenho que estar acima disso. Sempre me vi em primeiro lugar como uma americana". 


Na afamada Terra da Democracia, nem o facto de um presidente negro estar a cumprir historicamente dois mandatos consecutivos parece ser suficiente para dissuadir certos comportamentos desviantes que insistem em perdurar.


Sem comentários:

Publicar um comentário