segunda-feira, 18 de novembro de 2013

"Bienvenidos a Merijuana!"


A escuderia britânica Mclaren, procurando capitalizar o apoio ao piloto Sergio Perez, hasteou uma bandeira mexicana num dos seus postos de venda no Grande Prémio de Austin, Texas (EUA). O problema é que bandeira tricolor ostentava uma inusitada folha de cannabis ao centro..."Bienvenidos a Merijuana!"

A marca tem-se desdobrado em 1001 pedidos de desculpa, depois da queixa apresentada pelo consulado Méxicano na região, tendo afirmando que o lamentável erro se deveu à falha de um fornecedor subcontratado para o efeito que em nada representa a Mclaren.

Pedidos de desculpa à parte, o certo é que incómodos "lapsos" como este, de troca de bandeiras ou de hinos,  têm teimado em repetir-se, ganhando um mediatismo instantâneo face à força redes sociais.

 
Toda a gente está por certo recordado das bandeiras portuguesas "made in china" com os "lusitanos" pagodes ou do polémico incidente com a troca das bandeiras norte-coreanas pelas do Sul nos Jogos Olímpicos de Londres.


Entrando numa pseudo teoria de conspiração...e se o erro tivesse sido propositado. Teria sido esta uma afirmação política numa alusão aos violentos carteis de droga mexicanos? Um apoio camuflado à despenalização da marijuana para fins terapêuticos que tem ganho apoiantes num cada vez maior número de Estados Federados? Ou simplesmente, numa toada mais jocosa, uma crítica à notória falta de cultura geral do americano médio?

Sem comentários:

Publicar um comentário