domingo, 14 de abril de 2013

IndieLisboa 2013 - A Festa do Cinema


O IndieLisboa promete um cartaz recheado de excelentes filmes e actividades paralelas para animar os dias da capital de 18 a 28 de Abril, no ano em que assinala 10 edições.

Sob o original slogan "Hollywood está a ficar sem ideias...Venha ao IndieLisboa ver algo de novo", o verdadeiro certame do cinema independente promete arrebatar os espectadores com excelentes propostas de realizadores mais ou menos consagrados de todo o mundo.


Genial a campanha publicitária que foi montada e que vos deixo nas seguintes imagens:


O certame irá decorrer  na  Culturgest, Cinema São Jorge, Cinema City Classic de Alvalade e Cinemateca Portuguesa- Museu do Cinema, sem esquecer, o Ritz Club, que será palco de festas e concertos no âmbito do Indie by Night.

Pela minha parte vou tentar não perder pelo menos estes três filmes:

No, de Pablo Larraín, nomeado para o Óscar de melhor filme estrangeiro, marca o arranque do Festival dia 18 de Abril, quinta-feira, às 21h30 no cinema São Jorge.  A obra de Larraín centra-se na espantosa história da campanha televisiva que disse “não” à continuidade de Augusto Pinochet no Chile no pré-referendo de 1988 que ajudou a concretizar o fim de anos de subjugação a uma ditadura implacável.  Gael Garcia Bernal desempenha o papel de René Saavedra, o cérebro da campanha publicitária.


The Act of Killing, de Joshua Oppenheimer, um documentário desconcertante. Os antigos membros dos esquadrões de morte que perseguiram e terão assinado milhares de militantes comunistas e simpatizantes após o golpe militar na Indonésia em 1965, são agora as próprias estrelas do filme que recria um dos mais negros capítulos da História do País, ainda que pervsersamente continuem a ser aclamados por muitos como heróis. A ver no Cinema City Classic de Alvalade dia 21, domingo às 17h30.


Spring Breakers, antestreia do muito aguardado filme de Harmony Korine, dia 25 de abril, quinta-feira, às 21h30 no Cinema São Jorge. Esta será uma sessão especial dedicada aos fãs do festival e, por isso, não haverá bilhetes à venda para a exibição do filme. Os espectadores só poderão entrar na sessão mediante a apresentação de um voucher nas bilheteiras do festival. 


Harmony Korine transformou Vanessa Hudgens, Selena Gomez e Ashley Benson, estrelas pop do universo televisivo da Disney, em gangster-girls com acesso infinito a armas, drogas e dinheiro. A enriquecer esta equação improvável aparece James Franco como um marcante drug dealer, naquele que está a ser considerado dos seus melhores desempenhos de sempre.


Resta-me agora desejar-vos óptimos dias cinéfilos e fico à espera que deixem aqui o vosso testemunho.

Sem comentários:

Publicar um comentário